Blogue RBE

Blogue RBE - SAPO Blogs
  1. Para que educamos? | jesús c. guillén

     

    Jesús C. Guillén é pesquisador e professor do curso de pós-graduação em neuroeducação da Universidade de Barcelona e autor do blog: 'School with an brain'.

     

    No seu último livro 'Neuroeducación en el aula. Da teoria à prática 'apresenta uma nova perspetiva sobre como melhorar os processos de aprendizagem graças ao conhecimento do funcionamento do cérebro. "A partir da abordagem de neuroeducação é essencial uma aprendizagem de, e para a vida", diz ele.

     

    O pesquisador destaca as funções executivas que influenciam o sucesso na vida de uma pessoa, tais como a memória de trabalho, a capacidade de recordar informações e a flexibilidade cognitiva e salienta a importância que estas têm na educação. "As funções executivas diferenciam-nos de outras espécies, permitem-nos planear e tomar decisões apropriadas." Para Guillén, a neuroeducação é um avanço para metodologias ativas de aprendizagem, pois estimula o desenvolvimento de várias habilidades para a vida. Isso é possível graças à plasticidade do nosso cérebro. "Não dizemos que aprender matemática ou ler não seja importante, mas eles devem partilhar um papel de liderança com outras disciplinas, como educação física, educação artística e educação emocional". Conclui o pesquisador.

     

    Tradução livre do espanhol com supressões.

     

    Ver programa completo.

     

    Referência: ¿Para qué educamos?. (2018). BBVA Aprendemos Juntos. Retrieved 18 September 2018, from https://aprendemosjuntos.elpais.com/especial/para-que-educamos-jesus-c-guillen/

     

  2. Novos media e aprendizagem online | josé bidarra
  3. Educar mentes curiosas: a formação do pensamento científico e tecnológico na infância | melina furman

    educar.png

     Download | 2016

     

    A educação hoje enfrenta a necessidade de formar pessoas que tenham a capacidade de agir e operar no mundo com total autonomia e liberdade para construir o seu projeto de vida e um futuro sustentável. 

     

    Melina Furman, no seu livro Educar mentes curiosas: a formação do pensamento científico e tecnológico na infância, promove aprendizagens ativas, significativas, responsáveis ​​e cultivadas pela curiosidade, através de exemplos e reflexões profundas.

     

    Conteúdo relacionado:

  4. Guia para construção do pensamento computacional

    guia.png

     Download | 2018

     

    Cultura digital é a palavra-chave do século XXI. Para sustentá-la, existe uma linguagem própria que guarda múltiplas combinações de aprendizagem. Pensando em contribuir para esse processo de comunicação, o Programaê!, inciativa realizada pela Fundação Telefónica Vivo em parceria com a Fundação Lemann, compilou um guia teórico e prático para auxiliar na inclusão do pensamento computacional na sala de aula.

     

    Referência: Silva, J. (2018). Guia para Construção do Pensamento ComputacionalWebparaeducadores.blogspot.com. Retrieved 15 September 2018, from http://webparaeducadores.blogspot.com/2018/09/guia-para-construcao-do-pensamento.html

  5. Parlamento Europeu aprova lei dos Direitos de Autor

    por Ricardo Borges de Carvalho

     

    Poderá ser o fim de muitos conteúdos gratuitos na Internet.

    O Parlamento Europeu aprovou esta quarta-feira a reforma às regras dos direitos de autor nas plataformas digitais.

    O artigo 11 e o 13 são os artigos mais polémicos e ficaram conhecidos como a "taxa dos links" e "os filtros de upload".

    O artigo 11 obriga os agregadores de notícias, como o Google News, a pagarem às empresas que produzem a informação.

    Já o artigo 13, exige que plataformas como o Youtube ou Facebook verifiquem que os conteúdos que os utilizadores colocam não estão protegidos pelos direitos de autor, antes de se tornarem públicos. 

     

    Ler mais

     

    Parlamento Europeu / EuroparlTV 

    Fonte

     

    Conteúdo relacionado: